logo
Century21 Portugal


Entre Março e Maio, período que assinala a reabertura após o segundo confinamento geral, a venda de casas cresceu 24% face aos três meses anteriores na Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Lisboa.

Segundo os dados da Confidencial Imobiliário no âmbito do SIR-Reabilitação Urbana, na capital, o SIR-RU monitoriza as 17 freguesias centrais abrangidas pela ARU. Na ARU de Lisboa contabilizaram-se cerca de 1.400 transacções de habitação nesse período acumulado de três meses, as quais comparam com as cerca de 1.130 registadas nos três meses anteriores (Dezembro a Fevereiro).

As freguesias de Arroios e Avenidas Novas, com 13% e 10% das vendas, respectivamente, foram os principais destinos da procura. Destacam-se ainda as freguesias de Santo António e Estrela, com quotas de 8%, e Penha de França e Campo de Ourique, com quotas de 7%.

O preço médio de venda da habitação na ARU de Lisboa no trimestre terminado em maio atingiu os 3.961 euros/m2, sendo as freguesias das Avenidas Novas e Santo António as mais valorizadas, com vendas nesse período a 5.722 euros/m2 e 5.314 euros/m2, respectivamente.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

venda-de-casas-cresce-24-na-na-rea-de-reabilitao-urbana-de-lisboa-blog-century21