logo
Century21 Portugal


As rendas das casas em Lisboa registaram uma variação trimestral de apenas -0,1% no 2º trimestre de 2021, interrompendo o percurso das fortes reduções em cadeia sentido desde início de 2020.

Assim, a variação praticamente nula agora observada compara com a variação média trimestral de -4,3% observada desde o início de 2020. Recorde-se que no 2º trimestre de 2020, a descida em cadeia das rendas em Lisboa chegou mesmo a aproximar-se de 7%.

Os dados resultam do Índice de Rendas Residenciais da Confidencial Imobiliário, o qual monitoriza o comportamento do mercado de arrendamento residencial, tendo por base as rendas dos novos contratos realizados.

Em termos homólogos, apesar de manterem um padrão de contração, as rendas em Lisboa desagravaram o ritmo de descida no 2º trimestre de 2021. Neste período, a variação homóloga foi de 12%, comparando com a queda de 18% verificada no trimestre anterior e igualmente atenuando face à queda de 16,8% observada no final de 2020.

No Porto, as rendas das casas mantêm a tendência de descida, registando uma queda de 1,6% face ao trimestre anterior, mas tal indicador também desagrava relativamente aos dois trimestres prévios, quando a taxa de variação trimestral atingiu -3,2%. Em termos homólogos, as rendas das casas no Porto desceram 9,8% no 2º trimestre, uma descida que se intensifica face à queda homóloga de 8,0% observada no trimestre anterior.

Em termos absolutos, a renda média contratada no 2º trimestre de 2021 ascendeu a 12,5 euros/m2 em Lisboa e a 10,5 euros/m2 no Porto, de acordo com os dados do SIR-Arrendamento.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

rendas-estabilizam-em-lisboa-blog-century21