logo
Century21 Portugal


A actividade na Reabilitação Urbana apresentou um crescimento de 7,3% em termos homólogos, também o índice Carteira de Encomendas subiu 3,5%. Já o tempo de produção foi de 8,4 meses.

De acordo com o Barómetro da Reabilitação Urbana, da AICCOPN, o aumento de 7,3%, em termos homólogos, do índice qualitativo que mede a evolução do Nível de Actividade, regista uma aceleração do ritmo de crescimento do indicador, que no mês anterior cresceu 1,1%, reflecte, ainda que parcialmente, um efeito de base, uma vez que o mês homólogo foi particularmente influenciado pelos impactos iniciais da evolução do surto pandémico e respectivas medidas de confinamento.

Relativamente ao índice Carteira de Encomendas, que mede a opinião dos empresários quanto ao volume de obras previstas, apura-se, no mês de Maio, uma variação homóloga de 3,5%, ligeiramente superior à registada no mês anterior (2,4%). Quanto à produção contratada, ou seja o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, foi estimado em 8,4 meses o que, apesar de traduzir uma contração face ao mês anterior, corresponde a um crescimento de 1,6% em termos homólogos.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

reabilitao-urbana-mantm-crescimento-em-maio-blog-century21