logo
Century21 Portugal


Vale a pena analisar com mais detalhe os valores divulgados há dias pelo INE sobre Estatísticas de Preços da Habitação ao Nível Local.

No 2º trimestre de 2022 (últimos 12 meses), todos os 24 municípios do país com mais de 100 mil habitantes registaram preços medianos de alojamentos novossuperiores aos preços dos alojamentos existentes.

Barcelos registou o menor preço mediano de alojamentos novos (1103 €/m2) e Vila Nova de Famalicão a menor diferença entre o preço de alojamentos novos e o de alojamentos existentes (71 €/m2). Lisboa, por seu lado, registou o maior diferencial entre os preços de alojamentos novos (5197 €/m2) e de existentes (3 587 €/m2): 1610 €/m2.

Entre os municípios com mais de 100 mil habitantes, Cascais (3804 €/m2), por seu turno, distinguiu-se por apresentar o preço mais elevado na tipologia T4 ou superior e Lisboa registou os valores medianos mais elevados nas restantes tipologias de alojamento consideradas.

A maior diferença entre os valores medianos nas quatro tipologias do alojamento registou-se no Porto, entre as tipologias T0 ou T1 (2781 €/m2) e T4 ou superior (2083 €/m2).

Os mercados de Lisboa e do Porto

Nos municípios de Lisboa e Porto o INE registou valores muito diferentes de freguesia para freguesia.

Em Lisboa, por exemplo, no período de 12 meses acabados em Junho de 2022, entre as 24 freguesias de Lisboa, Santo António e Marvila destacaram-se por apresentarem preços medianos de habitação superiores a 5000 €/m2: 5547 €/m2 e 5297€/m2, respectivamente.

Além de Marvila, as freguesias Parque das Nações (4525 €/m2), Campo de Ourique (4366 €/m2) e Alvalade (4103 €/m2) registaram, simultaneamente, um preço mediano acima do valor de Lisboa (3 704 €/m2) e taxas de variação, face ao período homólogo, superiores à verificada no município (+10,7%). Em contrapartida, as freguesias de Santa Clara (2589 €/m2), Olivais (2785 €/m2), Benfica (3061 €/m2), Penha de França (3159 €/m2), São Domingos de Benfica (3530 €/m2), Campolide (3 559 €/m2), Carnide (3589 €/m2) e Areeiro (3655 €/m2), registaram, no 2º trimestre de 2022 (últimos 12 meses), preços e taxas de variação homóloga inferiores aos de Lisboa.

Entre as freguesias de Lisboa, Santa Clara destacou-se por apresentar o menor preço mediano (2589 €/m2) e a de Marvila por registar a maior taxa de variação homóloga (+79,3%). Este aumento expressivo do preço mediano de habitação na freguesia de Marvila resulta, sobretudo, da venda de alojamentos novos – que representaram cerca de 61% das transacções desta freguesia no 2º trimestre de 2022 (últimos 12 meses) – e cujo valor mediano foi de 5721 €/m2 – adianta o boletim do INE.

No Porto, no período de 12 meses entre Julho de 2021 e Junho de 2022, a União de freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (3271 €/m2) destacou-se, entre as sete freguesias, por apresentar, simultaneamente, preços medianos acima do valor do Porto (2412 €/m2) e taxa de variação homóloga (+13,0%) também superior à observada no município (+9,2%).

As freguesias de Bonfim e Ramalde registaram, no 2º trimestre de 2022 (últimos 12 meses), um preço mediano (2293 €/m2  e 2273 €/m2, respectivamente) inferior ao do Porto e taxas de variação, face ao período homólogo (+15,4% e +16,6%, respectivamente), superiores à registada no município.

No período em análise, a União de freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória (2732 €/m2 e +9,1%) e a União de freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos (2698 €/m2 e +7,1%) apresentaram preços medianos superiores e taxa de variação homóloga inferiores ao registado no município do Porto.

As freguesias de Campanhã (2071 €/m2 e +9,2%) e de Paranhos (2214 €/m2 e +7,8%), evidenciaram-se por apresentarem, simultaneamente, preços medianos abaixo do valor do Porto e taxas de variação homóloga inferiores ou iguais à do município.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

preos-na-habitao-um-olhar-sobre-as-freguesias-de-lisboa-e-porto-blog-century21