logo
Century21 Portugal


A taxa de juro implícita do conjunto dos contratos do crédito à habitação desceu 0,1 pontos base, para 0,966%, de Agosto para Setembro, interrompendo um ciclo de três meses consecutivos de subidas, divulgou o INE.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), nos contratos celebrados nos últimos três meses a taxa de juro também desceu, de 1,003% em Agosto para 0,966% em Setembro.

No mês em análise, o capital médio em dívida para a totalidade dos créditos à habitação aumentou 167 euros, para 54.484 euros.

Já para os contratos celebrados nos últimos três meses, o montante médio do capital em dívida foi 108.249 euros, mais 321 euros que em Agosto.

Quanto à prestação média dos contratos de crédito à habitação, manteve-se em 226 euros, pelo terceiro mês consecutivo. Deste valor, 44 euros (19%) correspondem a pagamento de juros e 182 euros (81%) a capital amortizado.

Nos contratos celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação desceu dois euros, para 283 euros.

Segundo o INE, a taxa de juro implícita no crédito à habitação “reflecte a relação entre os juros totais vencidos no mês de referência e o capital em dívida no início desse mês”, sendo o objectivo avaliar o esforço financeiro das famílias no crédito à habitação.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

crdito-habitao-juros-implcitos-caem-em-setembro-aps-trs-meses-a-subir-blog-century21