logo
Century21 Portugal


O novo crédito concedido para aquisição de habitação, em 2020, totalizou 11.389 milhões de euros, montante que corresponde a um aumento de 7,2%, face a 2019 e a um novo máximo anual desde 2008.

De acordo com a Síntese Estatística da Habitação, divulgada pela AICCOPN, apesar de um ano marcado pela pandemia, também o valor de avaliação bancária atribuído às habitações, no âmbito da concessão de crédito, o ano de 2020 termina num novo máximo histórico de 1.156 euros/m2, o que traduz um aumento de 6,0% em termos homólogos.

Quanto ao nível do licenciamento de edifícios habitacionais observou-se, no ano de 2020, uma estagnação em termos globais face a 2019, embora em resultado de realidades diferentes ao nível da construção nova e das obras de reabilitação. Efectivamente, enquanto na construção nova se assistiu a um aumento de 2,0% nos edifícios licenciados e de 2,6% nos fogos, na reabilitação de habitações o número de licenças emitidas registou uma quebra de 7,2%.

Ainda no ano em análise, o consumo de cimento no mercado nacional registou um expressivo aumento de 10,6% para 3,57 milhões de toneladas, prolongando a tendência positiva iniciada em 2017, sendo necessário recuar a 2011 para se encontrar um ano com um consumo superior ao actual.

Na Região Autónoma da Madeira, região em destaque nesta síntese, o número de fogos licenciados em construções novas em 2020 totalizou 472, o que traduz um aumento de 28,3% face aos 368 alojamentos licenciados em 2019. Destes, 55,1% são de tipologia T3 e 32,8% de tipologia T2. Quanto ao valor de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em Dezembro, uma variação homóloga de 4,4% para 1.179 euros por m2.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

2020-emprstimos-para-compra-de-casa-bateram-o-mximo-anual-desde-2008-blog-century21