logo
Century21 Portugal


Encontra-se para aprovação o projecto lei que prevê a portabilidade das Avaliações Certificadas de Imóveis. Uma medida que irá trazer maior transparência ao valor dos imóveis no mercado, reduzindo substancialmente o tempo das transacções imobiliárias e os custos associados ao processo de aquisição de imóveis, por parte dos consumidores.

Avaliações bancárias certificadas

A portabilidade das avaliações dos imóveis apresenta vários benefícios

Actualmente, a avaliação de imóveis em Portugal não permite a portabilidade das avaliações dos imóveis entre as diferentes instituições financeiras. Esta impossibilidade acarreta custos elevados para os consumidores, porque implica que paguem várias avaliações ao mesmo imóvel, cada vez que submetem um pedido de empréstimo para habitação, a cada instituição bancária, ao longo do processo de selecção do crédito à habitação.

Ricardo Sousa, administrador da CENTURY 21 Portugal, revela que a portabilidade apresenta vários benefícios ao processo de compra e venda de imóveis para os consumidores. O comprador, que necessita de crédito à habitação, paga apenas uma vez o relatório de avaliação, se quiser analisar as várias opções de crédito, em diversos bancos. “Com a posse do relatório de avaliação, é também possível reduzir os tempos de concretização e formalização da transação imobiliária”, explica.

O responsável adianta ainda que esta medida irá reduzir os custos com a compra de casa além de que a portabilidade das avaliações permite uma maior partilha de informação de transacções e de valores de transacção, o que possibilita uma maior transparência no mercado para que, tanto os proprietários, como os compradores, tenham um ponto de referência na definição independente do preço, para que possam fazer e aceitar ofertas com mais rigor.

Ricardo Sousa explica as vantagens para o proprietário

Ricardo Sousa explica que os proprietários poderão destacar os seus imóveis com a garantia que o preço definido tem por base uma avaliação certificada por um perito independente e concretizar a transação de forma mais rápida e eficiente, com a ajuda do mediador imobiliário, que irá qualificar e selecionar os potenciais compradores. “A poupança direta reside no custo da avaliação, que irá necessariamente diminuir e, no caso de o cliente consultar mais do que um banco para a obtenção de crédito habitação, apenas precisa de pagar uma vez a avaliação”, salienta.

Esta é uma mudança de paradigma importante na opinião do responsável e admite que o mercado imobiliário residencial nacional é ainda bastante informal e especulativo. ”Felizmente, a mediação imobiliária em Portugal é cada vez mais profissional e apresenta uma clara capacidade para se adaptar rapidamente a esta nova realidade, para poder acrescentar valor aos consumidores. Por esse motivo a CENTURY 21 Portugal preparou a campanha que integra a oferta do Relatório de Avaliação Certificada de Imóvel, que irá decorrer até 31 de Dezembro de 2017. Há vantagens claras em solicitar o relatório de avaliação no momento em que inicia a promoção de venda do imóvel”, conclui Ricardo Sousa.

► VENDA COM A CENTURY 21 Portugal:
Venda a sua casa connosco aqui: http://vender.century21.pt

► TRABALHE NA CENTURY 21 Portugal:
Seja um consultor imobiliário aqui: http://recrutamento.century21.pt
Veja as oportunidades de carreira aqui: http://bit.ly/2jHbLJu

► FAÇA PARTE DA CENTURY 21 Portugal:
Seja um franchisado aqui: http://franchising.century21.pt

► DESCARREGUE A NOSSA APLICAÇÃO MOBILE EM:
https://www.century21app.pt

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

bancos-vo-permitir-fazer-portabilidade-nas-avaliaes-de-imveis