logo
Century21 Portugal


No primeiro trimestre deste ano, foram licenciados 5,8 mil edifícios, o que corresponde a um decréscimo de 6,7% face ao mesmo período do ano anterior, no entanto, os edifícios concluídos aumentaram 15,8%, revelaou o INE – Instituto Nacional de Estatística.

Os edifícios licenciados em construções novas decresceram 3,8% e o licenciamento para reabilitação diminuiu 13,9% (+3,6% e -1,5%, respectivamente, no 4º trimestre de 2019). Os edifícios concluídos aumentaram 15,8% (+17,6% no 4º trimestre de 2019), totalizando 4,3 mil edifícios.

Comparativamente com o trimestre anterior, o número de edifícios licenciados aumentou 1,0% (+0,9% no 4º trimestre de 2019) e o número de edifícios concluídos decresceu 1,8% (+7,3% no 4º trimestre de 2019).

O INE revela ainda que numa análise mensal e tendo em conta a recente disponibilização dos dados de Abril, os edifícios licenciados têm vindo a apresentar uma tendência decrescente desde Janeiro de 2020, quando comparado com o mesmo mês do ano anterior (-0,9%). Esta descida acentuou-se a partir de Março (-17,2%) e registou o seu valor mais baixo em Abril (-29,8%).

Do total de edifícios licenciados, 71,8% eram construções novas e destas, 75,9% destinaram-se a habitação familiar. Os edifícios licenciados para demolição (414 edifícios) corresponderam a 7,1% do total de edifícios licenciados no 1º trimestre de 2020.

O número de obras licenciadas para construções novas em Portugal decresceu 3,8% face ao 1º trimestre de 2019 e as obras de reabilitação diminuíram 13,9%. Face ao trimestre anterior, o licenciamento para construções novas aumentou 3,1%, enquanto as obras de reabilitação decresceram 4,4%

Em Portugal, no 1º trimestre de 2020, a área total licenciada registou um aumento de 0,4% face ao 1º trimestre de 2019. As regiões do Algarve e do Norte foram as únicas a apresentar uma variação homóloga negativa (-27,7% e -5,8%, respectivamente). As restantes regiões apresentaram variações homólogas positivas nesta variável, destacando-se as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores: +136,5% e +36,7%, respectivamente.

As obras concluídas em construções novas em Portugal aumentaram 19,3% face ao 1º trimestre de 2019 enquanto as obras de reabilitação cresceram 6,2%. Em comparação com o trimestre anterior, as obras concluídas para construções novas decresceram 0,3% e as obras de reabilitação diminuíram 5,9%. A região do Alentejo e a Região Autónoma dos Açores apresentaram uma variação homóloga nula nas obras concluídas em construções novas. Todas as outras regiões apresentaram variações positivas, destacando-se a Área Metropolitana de Lisboa (+57,4%), o Algarve (+55,4%) e a Região Autónoma da Madeira (+41,5%).

Relativamente às obras concluídas para reabilitação, a Área Metropolitana de Lisboa, a Região Autónoma dos Açores e o Centro apresentaram variações homólogas negativas: -12,2%, -6,3% e -5,4%, respectivamente. As restantes regiões apresentaram variações positivas, tendo as mais elevadas ocorrido nas regiões do Algarve (+24,6%) e do Alentejo (+22,5%).

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

edifcios-licenciados-desceram-6-7-mas-os-concludos-aumentaram-15-8-blog-century21