logo
Century21 Portugal


Sabe se o Fisco está a dar o devido valor à casa? Use um simulador de IMI e descubra, em poucos minutos, se o imposto cobrado anualmente é exagerado ou não.

Todos os dados de que necessita para esta simulação estão na caderneta predial. Se confirmar que não está a pagar o valor justo, tudo o que tem de fazer é pedir às Finanças uma actualização do VPT, se for essa a recomendação do simulador.

Faça o pedido de actualização antes de 31 de Dezembro, para surtir efeitos já no próximo ano.

A DECO – Associação para a Defesa ao Consumidor,  refere que deve assegurar-se de que o seu património não fica injustamente sujeito ao pagamento de adicional ao IMI (AIMI). Este novo encargo recai sobre patrimónios imobiliários de valor total superior a 600 mil euros.

O perigo de pagar mais do que deve incide sobretudo em co-proprietários de imóveis, quando o Estado não conhece a quota-parte que lhes cabe. E, na dúvida, atribui-lhe a propriedade da casa inteira.  Logo, há que enviar às Finanças uma declaração a indicar se quer ser tributado como casado ou unido de facto (tributação conjunta), para efeitos de AIMI. Pode fazê-lo através do portal das Finanças, seguindo Cidadãos > Serviços > Adicional ao IMI.

Em princípio, se só um dos membros do casal detém património imobiliário de valor total superior a 600 mil euros, a tributação conjunta é a opção mais favorável.

Com tudo isto, estamos quase no final do ano. Mas 2019 está à porta e a declaração de IRS também. Guarde todos os comprovativos de despesas relacionadas com o imóvel: obras de conservação e de manutenção, impostos, seguros e quotas do condomínio.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

possve-baixar-o-imi-em-2019-blog-century21