logo
Century21 Portugal


Compradores Chineses

Portugal foi o quarto maior destino do investimento chinês na Europa que estão a aproveitar as oportunidades que surgiram nas privatizações e no imobiliário impulsionadas pelo Gooden Visa.

Para garantirmos que continuamos a potenciar este investimento em Portugal é fundamental saber como atrair, reter e fazer crescer este mercado. Os compradores chineses têm algumas particularidades que deveremos ter em conta. Andrew Taylor partilha 3 factos que devemos ter em conta quando trabalhamos com compradores chineses no imobiliário.

1. O processo de seleção dos imóveis pode ser longo.

Um comprador localizado em Xangai não irá aparecer no seu escritório ou enviar-lhe um contacto pelo seu site. Os compradores chineses fazem suas pesquisas na China através de três canais: a Web, a sua rede pessoal de contactos, e feiras imobiliárias na China. Neste sentido é fundamental promover os seus imóveis em sites chineses ou sites globais como este exemplo promovido na China através de mais de 1000 agências imobiliarias CENTURY 21 http://youtu.be/_NzBUa9YbFY.

2. O processo de compra é diferente

É fundamental compreender e respeitar as diferenças culturais? Uma maneira que os compradores chineses são diferentes é que muitas vezes abrem suas redes para um agente imobiliário que ganhou sua confiança. Agentes que são honestos e atenciosos com um comprador pode encontrar-se convidado a trabalhar também com amigos, sócios e colegas da família dessa pessoa. Aqueles que abusarem da confiança do comprador, serão excluidos.

3. Para cada um comprador hoje, haverá dois em 18 meses.

O terceiro fato é que o segmento Mercado chinês está a crescer rapidamente e de forma sustentável. Os dados mais recentes mostram que a riqueza privada na China está a crescer a um notável 49% ao ano. O número de novas famílias milionárias saltou 82%, para 2,4 milhões num único ano.

O mercado internacional é uma excelente oportunidade para o imobiliário portugues, contudo temos que “cuidar” bem deste clientes para atrair, fidelizar e fazer crescer este mercado.

Texto original de Andrew Taylor http://bit.ly/1HQhVho em @InmanNext

rsousa@c21iberia.com'
Fundador de la #franquicia #inmobiliaria @C21Spain y @C21Portugal Entrepreneur who was born in Santarém in 1979 and who has always loved everything that has to do with engines, cars and competition. He has been a federated karting and motorsport member since the age of 15. It was in motor sports that he had his first experience in management and it was here that he began to feel a fascination for entrepreneurship: when only 17 he faced the challenge of managing his racing team and undertook responsibility for all the steps necessary to obtain sponsorship, mange the budget, set budget priorities and hire support resources. He was never a champion in this sport, but several he won domestic and foreign prizes, and participated in international competitions a number of times. However, he always had the ambition to have his own company. This was following a career in the automobile, new technologies and real estate sectors. As a Realtor he identified the opportunity to represent the prestigious brand Century 21 in Portugal. That was at the end of 2004 and so 21 Century Portugal was born. Recognition of the work carried out at a time when the economy was undergoing a corrective phase was the invitation for the Portuguese team to head the entry into the Spanish market and take on the same role in Spain in 2010. The year of 2010 was also when he was elected Vice-President of the Portuguese Franchising Association. His desire to start his own project and be able to contribute to the professionalization of the real estate sector in the Iberian market provide the personal motivation to lead this project.

Deixe um comentário

*

captcha *