logo
Century21 Portugal


O relatório da rede revela também que o número de operações de arrendamento registou uma forte quebra de 62%, fixando-se nas 1079 transacções, em comparação com as 2870 realizadas em 2017, acentuando a tendência decrescente do arrendamento que se tem vindo a verificar nos anos anteriores. Estes indicadores traduzem a evidente falta de oferta de imóveis, para arrendamento, ajustada ao poder de compra dos portugueses.

Na Century 21 Portugal, o valor médio de arrendamento, a nível nacional, fixou-se nos 812 euros, o que traduz uma forte subida de 35,7 % face à média nacional de 598 euros verificada em 2017. Este indicador revela que foram os consumidores do segmento médio, e médio alto, que conseguiram aceder às soluções de arrendamento que estão em oferta, no mercado.

O ano de 2018 também foi marcado por uma significativa evolução, da ordem dos 18%, na expansão da rede Century 21 Portugal. Iniciaram actividade 18 novas lojas, foram integrados 373 novos elementos, e a marca conta agora com 120 unidades em operação, a nível nacional, suportadas por uma equipa de mais de 2480 colaboradores.

joaobandarra@mixandblend.net'

Deixe um comentário

*

captcha *

arrendamento-em-queda-blog-century21